domingo, 18 de abril de 2010

We Don't Have The Kaos In The Garden

Já todos conhecem certamente o meu jardim. O que não sabem é a minha pouca paciência para as florzinhas e plantinhas.
Como também não percebo, e agora cada vez menos, a paciência da minha mãe para andar a arrancar ervinha a ervinha no jardim de lá de casa, durante dias inteiros ao fim-de-semana.

Pois bem, mas as coisas mudam, e como se costuma dizer, "com grandes poderes, vêm também grandes responsabilidades". Não que eu seja poderosa. Mas a verdade é que se chego a casa e vejo um rapaz de rabo para o ar a arrancar plantinhas, e já com 4 sacos do lixo cheios de ervinhas. Tenho a responsabilidade de oferecer a minha ajuda.

E foi isso que fiz numa manhã de sábado. Depois de chegar de um passeio pela cidade. O sol ardia no céu - quer dizer, provavelmente ardia a muitos biliões de quilómetros - e as ervas daninhas e as urtigas chamavam por mim.

Com a ajuda do meu flatmate criminoso, que passo a apresentar - não aquilo não é uma arma, é simplesmente uma vassoura que pedimos emprestada ao vizinho do lado.



Resolvemos ajudar o Daniel, o flatmate inglês. Que nessa manhã se tinha levantado com vontade de jardinar.

Com muito pouca vontade, lá me pus eu de cóqueras e comecei a tentar arrancar as ervas que cobriam o chão do nosso jardim.

O que eu não sabia, é que entre as ervas e o chão, estava uma rede...adivinham para quê?!? Para impedir as ervinhas de crescer. Então, eu que julgava que era só arrancar a plantinha pela raíz, percebi que afinal tinha que fazer o dobro da força, para a ervinha passar pela rede.
Mas o pior não foi a força. O pior foi quando no meio dessas plantas inofensivas estavam também umas horrendas urtigas. E eu não as conhecia tão poderosas. Foi de tal forma que há noite ainda me doíam os dedos!!!

Mas como dizia o Hitler, Arbeit Macht Frei. E conseguimos-nos libertar das ervas "danadinhas"!!

O resultado é este que podem ver.


Portanto, quem estiver a pensar em me vir visitar, já sabe que terá direito a uma churrascada no meu jardim!

Um comentário: